Quinta-feira, 30 de Dezembro de 2010

2. Soberania Judaica na Terra de Israel


A noção bíblica de que Deus concedeu a terra de Canaan aos Filhos de Israel é confirmada no Corão. Na Surah de Jonas, versículo 93, podemos ler:

Determinamos aos Filhos de Israel uma linda morada e providenciamos-lhes do melhor sustento.

 

Em Surah al-Ahraf, versículo 137, podemos ler:

Fizemos de um povo considerado fraco, herdeiros da Terra a Este e Oeste (do Rio Jordão) onde dirigimos as nossas bênçãos. A promessa justa do Senhor foi cumprida para os Filhos de Israel, porque tiveram paciência e constância, e nós nivelamos ao chão as grandes obras que o Faraó e seu povo ergueu.

Surah al-Maidah, versículo 21, é a única passagem onde a Terra Santa é mencionada por esse título - al-Ar al-Muqaddas. Refere-se às palavras que Moisés falou aos descendentes de Isaac:

 

Lembra que Moisés disse ao seu povo: «Oh meu Povo, chama em lembrança o amparo de Deus sobre vós, quando produziu profetas entre vós, fez-vos reis, e deu-vos o que não deu a mais nenhum dos povos. Oh meu Povo! Entrai na Terra Santa que Deus escreveu para vós, e não se apartem ignominiosamente (a esta vossa herança), pois então serão derrotados, por vossa própria ruína.»

 

Montes Golã

 

Num comentário do Iman Abu al-Qasim Mahmud al Zamakshari, que viveu entre 1074 e 1144, entítulado al-Kashaf (O Revelador), podemos ler a seguinte explicação:

Quanto às fronteiras da "Terra Santa", alguns académicos dizem que a sua fronteira a norte é o Monte (Hermon) e seus arredores, e para outros incluí também uma parte da Terra de Sham (Montes Golã). Outros dizem que se estende desde o território dos Filisteus (Gaza) até Damasco e uma parte de Urvum. Alguns dizem que Deus presenteou Abrahão com esta Terra como herança para os seus filhos quando subiu ao monte e lhe disse: «Olha à volta até onde a tua vista alcança. Todo o lugar alcançado pelos teus olhos serão deles.» O Templo Sagrado foi a morada dos profetas e residência dos crentes. «Deus escreveu para vós» significa que Deus jurou e escreveu nas Divinas Tábuas da Predestinação: é vosso, pertence ao vosso povo e não se apartem da vossa pertença. Não tenham medo dos gigantes Filisteus que vivem lá.

Uma nota semelhante é também encontrada num comentário de Abdallah ibn Umar al-Qadi al-Baidawi, que viveu entre 1226 e 1260, entitulada Asar ut-Tanzil wa Asrar ut-Ta'wil - Segredos da Revelação e Segredos da Interpretação.

 

LER TAMBÉM: Parte I e Parte III (em breve)



Publicado por Marco Moreira às 10:04
 
Pesquisar neste Blog
 
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23

27
28
29
31


Ligações na Web
Arquivo
2011

2010